anal
Esposa safada fodendo com os Padres da Paróquia da cidade

Esposa safada fodendo com os Padres da Paróquia da cidade. Sou morena, olhos verdes, 1,68m, seios grandes e fartos, cintura fina, coxas grossas, bem gostosona!! Por falta de emprego na minha cidade, fui trabalhar em uma cidade do litoral, em um convento de padres, distante da cidade, como domestica. Logo que cheguei já senti olhares dos padres (eram 5) sobre mim. Andava descontraída pela casa toda que era enorme, fazendo a limpeza, muitas vezes de shortinho (bem pequeno) e uma mini blusa que quase mostrava todo o meu seio que é enorme. O padre chefe que já tinha uma certa idade (50 e poucos anos), sempre me chamava atenção sobre as minhas roupas que poderiam provocar os outros padres, mas também nunca me mandou troca-las. certo dia eu estava com uma blusinha de alcinhas e sem sutiam, pois fazia muito calor, e estava limpando o chão quando o padre chefe chegou perto e começou me dar alguma ordens sobre a limpeza da casa. Quando fui levantar para falar com ele, uma alcinha arrebentou e a blusa ficou segura só por uma alcinha, cobrindo somente os bicos que ficavam sempre eriçados…o padre qdo viu aquilo ficou muito perturbado e saiu depressa. Confesso que fiquei molhadinha ao ver o padre daquele jeito e resolvi que iria provoca-lo mais ainda. Daquele dia em diante sempre derrubava a alcinha da blusa perto dele, e ele arregalava os olhos nos meus seios que ficavam durinhos e empinados. meus shortinhos eram cada dia menores, mostrando a popa da bundinha arrebitada, mostrando a calcinha fio dental enterrada no cuzinho, a xaninha dividia ao meio de tão justo o short. Os outros padres olhavam muito, lambiam os lábios, esbarravam em mim a todo momento quando passavam e eu ria muito daquela situação louca que eu deixava os padres, tenho certeza loucos de tesão. Certo dia eu estava limpando o quarto do padre chefe (eu estava com um vestidinho curtinho de tecido leve, de alcinhas sem sutiã, só de calcinhas minusculas por baixo)estava limpando, quando o padre entrou e trancou a porta atrás de si e chegando perto de mim disse: Você é uma pecadora e tem que pagar por isso!!! e puxou o meu vestido que arrebentou a alça e caiu me deixando só de calcinhas na frente dele que me olhava vidrado, babando como louco, olhando meus seios com desespero de homem que a muito tempo não via coisa tão linda!! me puxou e disse: Você vai ter que rezar comigo para parar de perturbar! me fez ajoelhar ao seu lado e ficou rezando tremendo e eu adorando aquela situação, já totalmente molhadinha….ele rezava, me fazia rezar e olhava meus peitos que estavam apontados pra ele…depois arrancou minha minuscula calcinha e me fez sentar na cadeira com as pernas abertas, me amarrou com os braços para trás e ajoelhou na frente tendo na cara os seios enormes que ele não aguentou e caiu de boca, enterrou a cara, pois são enormes, chupando, sugando, mamando, ora um, ora outro, apertando me deixando dolorida de tanto que chupou, mordeu, mamou e eu gozei deliciosamente só sentido aquele homem que sempre foi tão duro, mamando em mim como uma carneirinho!! enquanto me mamava, beliscava minha bucetinha me deixando molhadinha, desceu me chupando e chegou na bucetinha melada, sempre dizendo que eu estava pagando todos os meus pecados, que eu era uma pecadora cadela, levantei um pouco as pernas e escancarei a buceta na cara dele que sugou, chupou, mamou como louco e eu rebolava na boca dele me deliciando com aquela boca, aquela língua deliciosa me chupando. Depois de muito me chupar (meia hora) disse que eu tinha muito que pagar pelos meus erros e chamou os outros 4 padres que quando entraram ficaram vidrados de me ver toda nua, com os peitões vermelhos de tanto serem chupados e a bucetinha com o grelinho pra fora e durinho querendo mais. O padre chefe disse que eu tinha que pagar por tudo e que eu agora seria a putinha deles. Ao ouvir aquilo me molhei mais ainda e meus peitos reagiram de tal forma que endureceram, empinaram e um dos padres veio desesperado e começou a mamar, um outro veio no outro seio e eu tive a deliciosa sensação de ser mamada por dois ao mesmo tempo. Um terceiro padre me chupou a bucetinha com loucura. O Padre me desamarrou da cadeira e me entregou para os 4 que me usaram de todas as formas…me chuparam muito, fiquei toda marcada, me comeram de todas as formas, entraram na bucetinha e no cuzinho ao mesmo tempo em que eu também chupava os cacetes duros que gozavam na minha cara, nos meus seios, no meu corpo todo, enterraram dois cacetes ao mesmo tempo na bucetinha, fiquei arrombada em todos os meus buracos. A partir daquele dia, me tornei a putinha dos padres, sempre andando nua pela casa, fazendo os serviços sempre nua, eles me chupando o tempo todo e em qualquer lugar da casa, os peitos sempre empinados e de mamilos duros apontando para a boca deles que vinham e sugavam a todo momento. Qdo estava limpando o chão, um entrava por baixo e me sugava os seios e outro me chupava a bucetinha enquanto o outro me comia o cuzinho e eu sempre gozando com todos eles. As noites depois de muito ser comida por todos eles, eu dormia junto com todos eles na mesma cama, com cada um me chupando, acordava e sempre tinha um me sugando, mordendo, mamando… enfiando os cacetes. Foi o período mais lindo que tive na vida, eles foram embora para outra cidade pois o convento foi desativado, mas a 3 dias atrás entrei em contato com o padre chefe que me convidou para uma visita. Eu irei no final de semana e sei que vai rolar muita chupação, começão e tudo o mais.

Related Post

O Site Territporio Proibido possui artigos direcionados a Maiores de 18 anos. Caso você tenha menos de 18 anos recomendo não acessar o Portal! Nosso Site é Livre de Vírus e todo o seu conteúdo é encontrado na internet (Fotos, vídeos e matérias). Caso você seja detentor do Direito de algum texto/imagem/video ou tenha se sentido ofendido com a divulgação de algum conteúdo particular, entre em contato conosco pelo E-mail:emaildecontato2013@gmail.com
Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.